Carta da Amizade

2A amizade é uma coisa boa que cresce dentro do nosso peito. Ela alimenta-se de sorrisos, abraços e de pequenos gestos. Muitas vezes a amizade pode ser confusa,  é preciso olhar bem para ela e não a tomar por outra coisa, como amor ou paixão por exemplo. Não é estática, não é como um conjunto de tijolos que se vai empilhando para se tornar cada vez maior.A amizade adensa-se com a proximidade, mas cresce com a saudade, mas a saudade e a distância podem tornar a amizade mais pequena, acabando por desaparecer, mas nunca na totalidade, restará sempre uma memória.

Podemos ter amigos durante umas horas ou a vida toda, não se pode medir a força de uma amizade pelo tempo de um relógio ou um calendário, minutos, horas, dias ou anos nem sempre significam muito numa amizade, no entanto existe uma grande probabilidade de ser mais forte com o passar dos anos (mas como referi atrás, não sendo alimentada pode acabar por definhar).

Se tivesse de explicar a alguém o que é amizade, a melhor analogia seria sempre a de uma flor, começa numa pequena semente, cresce tornando-se viçosa, mesmo que venha o inverno e a flor fique seca e murcha. A semente, essa, está lá e basta regá-la com mais uns sorrisos, uns abraços para que acabe novamente por florescer. Por vezes as amizades (re)florescem com umas simples palavras, por vezes é um ‘Tinha saudades tuas’ outras vezes é um ‘Desculpa’.

A amizade dá-nos coisas maravilhosas, e a principal são os amigos! Eles são de várias cores e géneros. Alguns amigos são altos, outros são baixos, uns são louros de cabelo comprido e outros usam barba. alguns até surgem em forma de animal. Na verdade isto dos amigos às vezes é difícil de explicar, porque alguns são chatos e muito rabugentos, alguns são totalmente diferente de nós, mas o engraçado é que todos acabam por ter um espaço nesta bolha de felicidade que é a amizade.

Tentar perceber estas coisas da amizade só complica mais as coisas, tudo fica muito mais simples se não pensarmos muito nestes pormenores todos, a amizade é sentida e não pensada. A amizade não dá para contar pelos dedos, por vezes todos os dedos das mãos e dos pés não chegam para contar um único amigo. O truque não é saber o Quanto, mas sim o Quem.

Sobre a amizade haverá muito mais para dizer, mas todas as palavras não serão suficientes para descreve-la, isso apenas pode se dizer com um abraço.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s